CriançaSemRisco

sexta-feira, 3 de março de 2006

Mais adultos e menos crianças

Um bom indicador de qualidade do funcionamento das instituições de acolhimento de crianças é o rácio adulto (prestador de cuidados) / criança. Um quadro de pessoal que não prevê 10 educadores para 20 crianças é manifestamente insuficiente. Lógico que estamos conscientes que este número é considerado de luxo, atentos à comparticipação que o Estado dá por criança acolhida em Lar de Infância e Juventude, o que ronda os 400€ mensais.

Temos é que pensar que os lares não são unidades residenciais de estudantes, povoados por crianças desvalidas que só estão acolhidas para terem acesso à escolaridade. Os lares são hoje em dia respostas últimas no sistema de protecção de crianças em perigo e por isso devem ter o reforço financeiro compatível com as novas exigências da população a que dão resposta.

PVS