CriançaSemRisco

quinta-feira, 2 de março de 2006

Suporte emocional

Quem trabalha com crianças em risco, frequentemente crianças com perturbações emocionais e do comportamento, está diariamente exposto a comportamento e atitudes desafiantes que provocam ansiedades, medos, tensões. Sem o devido suporte emocional de uma equipa coesa e de uma consultoria / supervisão externa o caminho é certo...

Uma forte aposta em team building e em consultoria externa evita o burnout das equipas, diminui o turnover das equipas e melhora a prestação de cuidados.

PVS