CriançaSemRisco

terça-feira, 27 de março de 2012

Workshop: Vinculação e Risco nos Primeiros Anos de Vida




A vinculação é um tema central na prática profissional de quem lida diariamente com crianças e famílias em risco.

Provavelmente, já ouvimos coisas como: "Ele é muito apegado à mãe, não a larga nem por um segundo. Tem uma vinculação muito forte." ou "É uma criança muito autónoma, faz tudo sozinho. É uma criança muito segura." ou ainda “Anda sempre contente, sempre com um sorriso nos lábios. Até parece uma criança feliz.". Será mesmo assim? A que devemos estar atentos?

Este workshop apresenta-se como um momento de partilha de conhecimentos e práticas em que se irá promover o contacto com alguns modelos, estratégias e instrumentos de trabalho que permitem apoiar os profissionais e capacitá-los para uma intervenção eficaz e de qualidade com famílias em risco.

Formadores
Raquel Corval
Sara Figueiredo

Data / Horário
31de Março das 9h30 às 16h30 (intervalo para almoço entre as 13h30 e as 14h30)

Local
ISEC - Gabinete de Apoio ao Desenvolvimento Infantil e à Família (GADIF)

Preço
60 €

Inscrições até 29 Março de 2012
Para mais informações, clicar aqui.

RC

quarta-feira, 21 de março de 2012

How Eskimos Keep Their Babies Warm - Aventuras da Parentalidade

Vi o anúncio ao livro "How Eskimos Keep Their Babies Warm: And Other Adventures in Parenting (from Argentina to Tanzania and everywhere in between)" de Mei-Ling Hopgood na página de Facebook do Blog "Socorro! Sou mãe." e fiquei cheia de vontade de lê-lo. Parece desvendar curiosas práticas parentais por esse mundo fora. Ora espreitem lá o vídeo...



Não resisto, mesmo em tempos de crise... Vou ali à Amazon e já volto!

ADC

sexta-feira, 16 de março de 2012

E porque o Dia do Pai está quase aí... Dados sobre a Comunicação Pais-Filhos

Dados de um estudo coordenado por Margarida Gaspar de Matos divulgados hoje no Jornal Público...

..."Mas é quando os jovens têm uma boa comunicação com ambos os progenitores que os efeitos na diminuição dos comportamentos de risco se fazem sentir, sublinha. 'Quando não há boa comunicação com o pai, há maior risco. A situação ideal é quando a comunicação com pai e mãe é boa', assim como com os amigos, ressalva. A partir de determinada idade, 'os amigos são um suporte social para enfrentar o dia-a-dia e as aventuras de crescimento'. A boa comunicação com os pais potencia a que se desenvolve com os amigos'."...

Clicar aqui para leitura completa da notícia.

ADC

Dados OMS - Adolescentes do Alentejo e Algarve com mais comportamentos de risco

Hoje no Público...

“São os mais tristes, os mais irritados, dos que menos fazem exercício físico, dos que menos gostam da escola. São apenas exemplos de uma tendência que se repete: são adolescentes alentejanos e algarvios os que tendem a apresentar mais comportamentos de risco, referem dados do estudo português sobre comportamentos em saúde de jovens em idade escolar (Health-Behavior in School-Aged Children), que é feito no âmbito da Organização Mundial de Saúde e em que participam mais 43 países."

Clicar aqui para leitura completa da notícia.

ADC