CriançaSemRisco

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Há Arraial na Universidade de Lisboa!


quinta-feira, 20 de junho de 2013

Seminário “Learning for Practice from Serious Case Reviews” - Notas Soltas






Por entre as "escavações arqueológicas" dos materiais recolhidos durante os últimos anos encontrei o texto que se encontra abaixo. São notas soltas escritas para mim mesma, como memória futura, de um seminário em que participei há dois anos. Continuam actuais, e num momento em que se repensa o Sistema de Protecção de Crianças e Jovens (ver notícia aqui), pareceu-me pertinente partilhá-las.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Reading List - Trauma




Alguns colegas pediram para eu publicar a minha reading list na área do Trauma Emocional Infantil. O documento que decidi publicar é simplesmente os livros que moram cá em casa e por isso é uma amostra muito pessoal de um mundo muito vasto de referências. Fica então a partilha.

Nesta reading list não estão as referências especificas a maus-tratos nem a teoria da vinculação.

Reading List - Trauma

PVS

terça-feira, 18 de junho de 2013

Peter Fonagy



Teoria da Vinculação 

Um dos grandes nomes da actualidade na área da teoria da vinculação Peter Fonagy da Universidade de Londres e do Anna Freud Centre vai ser condecorado pela Rainha co o titulo "Order Of The British Empire, Civil: Officer" pela ocasião do aniversário da Rainha. 

Fica um video sobre como a teoria da vinculação nos ajuda a compreender os comportamentos mais violentos.



PVS






segunda-feira, 17 de junho de 2013

Formação no ISPA "Trabalho com grupos em acolhimento de crianças e jovens"

Vai começar no ISPA nos dias 29 de Junho e 6 e 13 de Julho a 4ª Edição da Formação "Trabalho com grupos em acolhimento de crianças e jovens". Este curso tem a particularidade de ser realizado num modelo experiencial permitindo aos formandos perceber os fenómenos de grupo de uma forma totalmente diferente. É um modelo bastante inovador e usado em outros países na formação de equipas que trabalham em acolhimento terapêutico com crianças e jovens com dificuldades emocionais e do comportamento. 

A frequência deste curso, juntamente com a frequência de outros três na área do acolhimento, confere um Certificado de Formação Avançada em Acolhimento de Crianças e Jovens.

Poderão saber mais informações através do flyer da acção de formação ou contactando o Departamento de Formação Permanente do ISPA em dfp@ispa.pt ou através do link:


Esta formação será uma excelente oportunidade para todos os que querem pensar os novos paradigmas de acolhimento de crianças, nomeadamente o acolhimento terapêutico.

Inscrevam-se!

domingo, 16 de junho de 2013

Conferência Acolhimento Terapêutico

Intervenção Terapêutica e Educativa

No âmbito do ciclo de conferências 2013 do centro de investigação do ISPA, Tiago Sousa Mendes dará uma palestra com o título: Intervenção terapêutica e educativa com crianças e jovens em perigo em acolhimento institucional .dor Externo:

Tiago Sousa Mendes, Ph. D.

Labirintos Coloridos Consultores

Início: Segunda, Junho 17, 2013 - 12:30

Localização:
Auditório 1



sábado, 15 de junho de 2013

Mulberry Bush School


Acolhimento Terapêutico

Esta foi uma semana cheia, inesquecível, recheada de aprendizagens, partilhas, desafios... A viajem à Mulberry Bush voltou a ser surpreendente!!!

A primeira vez que fui à Mulberry Bush foi em 2004, portanto à nove anos atrás, nessa altura estava a descobrir o acolhimento terapêutico e os modelos de comunidade terapêutica de Crianças e Jovens, desde então tive a oportunidade de visitar e de trabalhar com a Mulberry Bush uma meia dúzia de vezes  e desenvolver uma enorme amizade e respeito pelo o John Diamond actual CEO da Escola. 

Esta semana como o Tiago partilhou no Blog, fomos realizar juntamente como oito colegas, mais uma visita à Comunidade Terapêutica e aprender com a experiência da Mulberry Bush. Na verdade superou todas as nossas expectativas. A Comunidade Terapêutica evoluiu teoricamente, à base psicodinâmica original e ainda presente desenvolvida pela fundadora Barbara Dockar Drysdale apoiada à época por Donald Winnicott e à base sistémica introduzida nos anos 90, como forma de conceptualizar as relações entre as diferentes entidades envolvidas no plano terapêutico da criança, a escola hoje incorpora um conjunto de modelos teóricos associados à teoria da vinculação e mais recentemente um conjunto de modelos conceptuais associados à neurobiologia e à conceptualização das experiências traumáticas relacionais precoces (Perturbação de Desenvolvimento Traumático; Complex - PTSD)  

Foi esta abertura ao NOVO e reconceptualização de alguns processos, que mais nos surpreendeu nesta visita. Quem conhece bem as dinâmicas das Comunidades Terapêuticas sabe que um dos riscos dos modelos comunitários é a possibilidade de se tornarem herméticos, pouco ventilados e consequentemente pouco adaptados à realidade. A Mulberry Bush, muito por causa da excelente liderança e pela cultura que todos souberam construir e manter, está conseguir incorporar de forma notável o que de mais recente existe de intervenção com crianças severamente traumatizadas. 

Fica então um foto do convívio que reuniu o grupo Português com O John Diamond (CEO) e Dave Robers (Head of Training) num fantástico PUB em Oxfordshire.

Obrigado Mulberry Bush

PVS


O sonho do Samba





Ao ver o Samba dançar nesta reportagem e ouvi-lo falar de sonhos e altos voos, tive automaticamente a vontade de pôr em comum. Para além de uma oportunidade de contribuirmos para construir um projecto de uma criança que abraçou uma grande paixão, pareceu-me uma notícia inspiradora.

Num registo subjectivo gostaria de partilhar as reflexões que me sugere esta história. 

A paixão - quando temos a oportunidade de descobrir e explorar aquilo que gostamos de fazer, "aquilo que nos agarra", parece que descobrimos qualquer coisa essencial que nos vincula à própria vida e nos faz lutar para a vivermos com sentido e motivação e a conquistarmos "com unhas e dentes".

As instituições e pessoas que nos abraçam - Por detrás de boas-causas encontramos muitas boas-vontades e colaboração. Encontramos boa fé também. Um sonho nunca se constrói sozinho. Neste caso, através deste convite à contribuição colectiva, é-nos revelado o exemplar trabalho que o Século vem fazendo no acompanhamento das crianças que acolhe. Salienta-se aqui uma atenção personalizada e orientada para as capacidades e projectos de cada criança e o espaço para ouvir e deixar que a força e autoria das crianças seja trazida para primeiro plano.

Conexão social - Este é um exemplo bastante palpável que mostra como estamos interligados, influenciando-nos mutuamente. Podemos efectivamente entreajudar-nos. Com o envolvimento uns dos outros o potencial de cada cidadão pode multiplicar-se. Actualmente, com o efeito propagador das redes sociais, as possibilidades desdobram-se e o espaço para, criativamente, encontrarmos formas de nos implicarmos civicamente exponenciam-se. 

A informação que se segue está disponibilizada no site da Fundação o Século:

O Samba tem 15 anos e é acompanhado pela Fundação “O Século” desde os 3.Frequenta a Escola de Dança do Conservatório Nacional de Lisboa com um empenho exemplar. O seu sonho é a dança! Graças à sua motivação e qualidade artística foi seleccionado para frequentar o Royal Ballet School em Londres, uma das mais prestigiadas escolas do mundo.Para concluir este projecto são precisos € 2500.

Mais informações aqui

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Revisão do Sistema de Protecção de Crianças e Jovens e do regime jurídico da adopção

Resolução do Conselho de Ministros nº 37/2013, de 11 de Junho determina a abertura do debate tendente à revisão do sistema de protecção de crianças e jovens em perigo e do regime jurídico da adopção.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Primeiro dia na Mulberry Bush

Hoje foi o primeiro dia da visita na Mulberry Bush. Foi um dia fantástico e muito produtivo. Tivemos oportunidade de conversar com o John Dimond (CEO) que nos falou do seu papel, com o director, com as equipas de prestadores de cuidados e com o coordenador da àrea da educação (eles têm uma escola residencial). Visitámos os vários espaços e houve oportunidade para os visitantes estarem presentes nas casas com as crianças e as equipas. Eles guiaram-nos pelo modelo teórico até à sua aplicação prática. 

Um das coisas que mais impressionou foi como estão em constante desenvolvimento e como desde a nossa última visita em 2009 desenvolveram e modificaram diversos aspectos do seu trabalho. Especialmente intervieram e desenvolveram significativamente a equipa de ligação à comunidade e famílias e estão agora a introduzir técnicas de intervenção familiar com recurso a filmagem das  interacções pais-filhos. Amanhã temos outro dia cheio e vou tentar desenvolver aqui algumas das ideias referidas.

TSM

quinta-feira, 6 de junho de 2013

De Partida para a Mulberry Bush


Este Domingo partimos, mais uma vez, para a mítica comunidade terapêutica para crianças e jovens traumatizados Mulberry Bush no Reino Unido. Mais uma vez levamos 8 entusiásticos visitantes a poderem passar 2 dias e meio imersos no trabalho da Mulberry Bush. Vai ser uma óptima oportunidade de aprendizagem sendo que vamos estar em contacto com elementos de todas as equipas desde a equipa de prestação de cuidados, a equipa de articulação com comunidade/famílias, a equipa da escola (eles têm escola residencial), e a equipa de psicoterapia e last but not least com a direcção. 

Confesso que me encontro bastante entusiasmado e curioso para saber as mudanças que possam ter ocorrido desde 2009, a última vez que lá estivemos.

Enquanto um dos facilitadores da viagem, vou aproveitar para ir colocando aqui comentários sobre o que formos ouvindo e vendo durantes estes dois dias e meio. Só espero que não esteja a chover em Oxford.

TSM