CriançaSemRisco

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Cérebro em família vs. cérebro institucionalizado

Acumulam-se as evidências acerca da importância do papel da família no desenvolvimento da criança.

Os primeiros anos de vida são fundamentais e estes estudos mostram que a melhor opção (e o melhor investimento) é sempre um ambiente familiar positivo, sensível e capaz de saber ler e responder aos sinais da criança.

A institucionalização é normalmente sinónimo de pouca atenção individualizada, altos ratios educador-criança e pouco investimento na criança. As consequências deste tipo de experiências são graves ao nível do desenvolvimento cerebral encontrando-se estas crianças em risco acrescido de comprometimento da sua saúde mental ao longo da vida.

Artigo original

RC