CriançaSemRisco

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Crianças em risco de... Exclusão

Hoje em dia está provado que as crianças com incapacidade inseridas em contextos educativos inclusivos de qualidade demonstram resultados positivos no desenvolvimento, comportamento e qualidade de vida.
Mas como conseguir uma inclusão de qualidade?


As educadoras perguntam-se muitas vezes:
“Como serei eu capaz de responder às necessidades específicas daquela criança, não podendo esquecer todas as outras crianças na sala?”
 
As respostas não são fáceis mas a preparação dos profissionais é essencial!
No link abaixo podem ficar com uma ideia do que tem vindo a ser feito em Portugal.

 
Participem na discussão!
Para qualquer dúvida raquelmcorval@gmail.com
 
RC



terça-feira, 25 de setembro de 2012

Autismo - Podcast

A Autism Podcast Series (Dr. Laura Crane) dá-nos a conhecer de uma forma acessível a investigação mais recente na área do Autismo publicada na revista "Autism: The International Journal of Research and Practice". É o estado da arte sobre o tema com relevância para o dia-a-dia de todos aqueles que se interessam sobre o tema, sejam eles académicos, investigadores, estudantes, clínicos, jornalistas, decisores políticos, pessoas com autismo e suas famílias.

PVS

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Formação - Diagnóstico Espectro do Autismo


O Centro PIN – Progresso Infantil promove a formação no ADI-R “Autism Diagnostic Interview Revised” de 29 a 31 de Outubro, com a formadora Fiona Scott do Autism Research Centre em Cambridge, uma referência internacional na área do Autismo. Este curso permite obter a certificação para aplicação de um dos principais instrumentos de diagnóstico no Autismo.

Para saber mais consulte o flyer.

PVS

terça-feira, 11 de setembro de 2012

O que pensam os pais sobre os conflitos das crianças?


Uma equipa do Instituto Superior de Educação e Ciências encontra-se a desenvolver um estudo sobre as ideias dos pais e dos profissionais sobre os conflitos nas crianças de idade pré-escolar.
Estes questionário destina-se a PAIS DE CRIANÇAS DOS 2 AOS 6 ANOS e foi preparado para recolher as suas perspectivas, enquanto pais, sobre situações de conflito vividas pela sua filha, filho ou filhos, e seus pares.

Se é mãe/pai participe clicando abaixo! O seu anonimato está garantido.

https://docs.google.com/spreadsheet/viewform?formkey=dEROdk50X0JLaExzS2Nobngtcm12YVE6MA#gid=4

Se tiver alguma dúvida pode sempre entrar em contacto com a equipa através do mail nunoamado@isec.universitas.pt

RC

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Ciclo de Cinema sobre os Direitos das Crianças

Divulgo e convido à participação e partilha!
Programa disponível aqui.

ADC


"Exmos. Srs.

Promovido pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Almada, decorrerá entre 19 de Setembro e 17 de Novembro o ciclo de cinema subordinado ao tema “Direitos das Crianças: Uma Missão de Todos!”, integrado no Plano Local de Promoção e Protecção dos Direitos da Criança para 2012.

Procura-se, através da força das imagens, das narrativas, das personagens e das interpretações, abordar temas como a violência, a negligência, o abandono escolar, a gravidez na adolescência ou trabalho infantil. Realidades retratadas através da ficção, mas não raramente vividas por crianças e jovens, serão mote para o debate que se seguirá após o visionamento de cada filme e que contará com a presença de um/a comentador/a convidado/a. As sessões decorrerão com entrada livre.

Neste ciclo de cinema apresenta-se 11 filmes, um por cada freguesia do Concelho de Almada e, em todos eles, os Direitos das Crianças e Jovens são ponto comum.

A programação deste ciclo de cinema focalizado na Promoção dos Direitos da Criança, é um convite da CPCJ de Almada para que tome parte activa no debate e reflexão sobre a protecção e a promoção dos direitos das crianças e jovens do nosso concelho. Contamos com a Vossa participação!

Com os melhores cumprimentos
A Presidente da CPCJ Almada

Filomena Afonso"

PSP e o Facebook

A página de Facebook da PSP com a exposição de uma criança deixou de estar online. Muito possivelmente alguém se indignou com o facto de nessa página ter sido violado o segredo de justiça e o direito de privacidade de uma criança de dois anos de idade alvo de uma medida de protecção.

É triste que até a página ter sido retirada do Facebook alguém com privilégios de administrador tenha apagado os comentários que mostravam indignação pelo comportamento da Polícia e tenha deixado os comentários que defendiam de forma simplista a acção da Polícia.

Como referido anteriormente neste blog, nunca teve em causa a acção da Polícia junto da criança somente a publicitação que fizeram do caso. Todos facilmente concordamos que uma coisa é um órgão de investigação policial publicitar uma apreensão de armas ou de droga, outra coisa é publicitar com fotografias o "salvamento" de uma criança.

É com muita tristeza que vejo acontecer numa canal de comunicação oficial da Polícia Segurança Pública a violação do segredo justiça. Estou certo que a Tutela do MAI e a PGR irão proceder em consonância de forma a que episódios semelhantes nunca mais aconteçam. Obrigado a todos que comentaram e denunciaram esta actuação. Infelizmente alguns dos vossos comentários foram apagados do Facebook no decorrer do dia...

PVS

Combate ao crime começa na infância!


Sabia que....

os estudos têm vindo a mostrar que contextos de creche e jardim-de-infância de qualidade parecem reduzir a criminalidade e, a longo prazo, são a forma com melhor custo-benefício de reduzir o crime?

A criança terá maior probabilidade de ter sucesso na escola e de crescer como um cidadão produtivo na sociedade.

A fórmula é simples!

RC

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Polícia que não protege

Normalmente não tenho por hábito comentar publicamente casos concretos, nem o Código Deontológico dos Psicólogos o aconselha (ver 8º Princípio Específico em http://bit.ly/NRdyLC ). Mas hoje tem mesmo de ser.

Há dois dias sensivelmente a PSP agiu no âmbito das suas competências e retirou uma criança que estava sozinha numa viatura em situação de abandono. Após o procedimento a mesma Polícia, ainda dentro das suas competências, encaminhou a criança e o expediente para os serviços competentes, tendo-se procedido à protecção da criança e à instauração de Processo de Promoção e Protecção.

O estranho desta história é que a mesma Polícia usou o caso para publicitação à margem do direito de reserva / confidencialidade prevista na Lei de Protecção de Crianças e Jovens em Perigo (ver Lei 147/99 de 1 de Setembro aqui), senão vejamos:
  • A PSP na página oficial que detêm na rede do Facebook colocou um foto (ainda que ligeiramente escurecida na zona do rosto) na qual se vê a criança em causa a ser alimentada por uma alegada agente no interior de uma esquadra. A foto tirada foi postada em regime público sendo acessível por qualquer utilizador do Facebook no mundo inteiro. Hoje a mesma foto já tinha sido partilhada por 18 mil utilizadores, estando em sites da imprensa internacional. 
  • A mesma PSP divulgou e disponibilizou a foto à imprensa escrita tendo hoje sido publicada em jornais como o Correio da Manhã e o Diário de Notícias. 
  • A mesma PSP, através de um dos seus agentes, e sabendo que os factos são de carácter reservado e que alguns dos mesmos constituem um crime e por essa razão estão em segredo de justiça, disponibilizou-se a efectuar entrevistas televisivas detalhadas. E logo depois as colocou na sua página de Facebook, incluindo uma da SIC em que o jornalista não se coibiu de dizer publicamente o nome da criança em causa, violando todas as orientações para a comunicação deste tipo de casos (ver legislação e orientações específicas para a Comunicação Social no site Crianças vs Riscos/Perigos - CNPCJR). 
No mínimo, há que exigir de imediato à Tutela uma acção face à actuação da Polícia de Segurança Pública, nomeadamente na captação e utilização abusiva de imagens da criança. E em relação aos senhores jornalistas, quem de direito também já devia estar a tomar as medidas necessárias...

Peço a todos que vão à página do Facebook da PSP em http://on.fb.me/UyBXED e mostrem o vosso repúdio!

PVS

À velocidade da luz?

Sabia que...

nos primeiros anos de vida chegam a formar-se no cérebro cerca de 700 novas ligações neuronais por segundo?

O cérebro de uma criança pequena é extremamente activo, flexivel e ávido de experiências! Mostra-nos a investigação, desde as neurociências à psicologia do desenvolvimento, que as experiências mais ricas e promotoras da actividade cerebral são aquelas que procuram o interesse e o envolvimento da criança. Mais do que brinquedos ou DVDs é a disponibilidade e a sensibilidade do adulto que faz a diferença!

RC